Seguir o blog

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

KUARUP RELANÇA OBRA-PRIMA DO SAMBA



Mais uma vez o selo Kuarup, de origem carioca, mas hoje com raízes fincadas na capital de São Paulo, arranca do fundo do baú pérolas do samba de autoria e interpretadas por artistas super especiais, como Paulinho da Viola e Elton Medeiros.Essas pérolas estão no CD Samba na Madrugada
Paulinho e Elton são geniais.
Outro dia o querido Eduardo Gudin dizia que era importante eu ter uma conversa com Elton, pois o Elton já não enxerga mais com os olhos que Deus lhe deu; e se enxerga, enxerga muito pouco. Ele sofreu deslocamento de retina como eu. Só que para ele, segundo Gudin, o mundo parece ter acabado. Ele esta triste. Desesperado ou beirando o desespero. Falemos disso outra hora.
O CD que me chega às mãos pela Kuarup foi lançado originalmente no formato de LP em 1966, com texto de contra-capa assinado pelo compositor Hermínio Belo de Carvalho. er
Arvoredo é o samba que abre o disco, tendo como interprete o seu autor Paulinho da Viola. Os primeiros acordes lembram a batida da bossa nova, mas só lembram antes de se transformar numa oba-prima. A segunda música do disco, Maioria Sem Nenhum, do Elton e por ele interpretada, não fica atrás da beleza que é Arvoredo e da beleza que são as músicas seguintes:
14 Anos (Paulinho), Sofreguidão (Elton), Momento De Fraqueza (Paulinho) e todas as outras, incluindo a derradeira intitulada expressa em dois títulos Alô, Alô (Paulinho ) e Sol Da Manhã (Elton).
O CD Samba Na Madrugada é mágico, como mágicos são além de Paulinho e Elton, os músicos que dele participam: Dino 7 Cordas (violão 7), Raul de Barros (trombone),Copinha (flauta), Canhoto (cavaco)... e como se não bastasse tem ainda Elton brincando com a caixa de fósforos.

Samba Na Madrugada é pra ser ouvido o tempo todo




Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS