Seguir o blog

sábado, 7 de novembro de 2009

ANSELMO, GONZAGA E LEMBRANÇAS

O premiadíssimo ator, roteirista e diretor de cinema Anselmo Duarte, paulista de Salto, fez hoje, aos 89 anos, a sua derradeira viagem.
Partiu dormindo o sono dos anjos, no começo da madrugada.
Ele era um sujeito encantador, bom de prosa.
Gostava de falar de si e mais ainda dos amigos; e de forma bonita, pois não era de pabulagem.
Encontramo-nos algumas vezes no meu escritório, ainda nos tempos em que eu trabalhava para a Cia. do Metropolitano de São Paulo –Metrô, como assessor de imprensa.
Ao escritório ele ia espontaneamente, quase sempre sem nem avisar. Como, aliás, também o fazia João Pacífico, parceiro de Raul Torres nas toadas Pingo d´Água, Cabocla Tereza, Chico Mulato e No Mourão da Porteira, entre outras obras-primas.
Conversávamos sobre tudo, principalmente sobre cinema e música.
Eu como aprendiz, sempre.
Há 20 anos quando nos conhecemos, lhe pedi uma fala para o livro que eu estava findando sobre o Rei do Baião, que, na ocasião, acabara de partir.
Anselmo:
“Com a morte de Luiz Gonzaga, a nossa música popular fica mais pobre, sem dúvida”.
Em seguida, a informação:
“Conheci o Lua na década de 40, no Rio de Janeiro. Encontrávamos nos bares da região do Mangue. Eu, Jorge Dória, Francisco Carlos e outros amigos. Foi através do Lua que também conheci Humberto Teixeira, outra figura maravilhosa”.
Isso está no livro Eu Vou Contar pra Vocês.
Anselmo tocava violão e bandolim. Também era “pianeiro”, isto é: pianista autodidata, nas horas vagas.
Sobre ele, que dirigiu e roteirizou O Pagador de Promessas, drama baseado em texto de Dias Gomes que ganhou em 1962 a primeira e única Palma de Ouro em Cannes para o nosso cinema, parodio sua fala a respeito de Gonzaga:
“Com a morte de Anselmo Duarte, o nosso cinema fica mais pobre, sem dúvida”.
PS - A foto que ilustra o blog registra uma cena do filme que teve Leonardo Villar no papel titulo. Curiosidade: antes de ganhar a Palma de Cannes, O Pagador foi dirigido por Flávio Rangel, com quem tive o prazer de trabalhar no jornal Folha de S.Paulo. Flávio, em reuniões lá em casa, tentou trazer de volta aos palcos o cantor e compositor paraibano Geraldo Vandré. O autor de Caminhando participou uma ou duas vezes dessas reuniões, que, como se sabe, não deu em nada. Infelizmente, para todos nós.
..................................
CONVITE/FAU
O amigo Nestor Tupinambá manda convite para o concerto Sobre o Grande Amor, hoje 7 às 20h00, com Viviane Rocha, Bruno Brasil e Thelma Nascimento interpretando canções de Villa-Lobos, Alberto Nepomuceno, Claudio Santoro, Ricardo Miranda e Carlos Gomes. Será no auditório da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, FAU-USP, à Rua Maranhão, 88, Higienópolis. Na faixa 0800, isto: de graça, incluindo estacionamento. Mais informações pelos telefones 30914891 e 32567341.

DIVERSIDADE CULTURAL
Recebo e passo pra frente a informação de que gestores públicos e privados da área cultural da região Centro-Oeste participam hoje em Campo Grande do 4º Seminário Diversidade Cultural. O evento, chancelado pelo Ministério da Cultura por meio da Secretaria de Identidade e Diversidade Cultural (SID/MinC), em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), tem por objetivo desenvolver atividades que propiciem conhecimento e integração dos gestores com a Convenção adotada na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em 2005 e promulgada no Brasil em 2007 através do Decreto-Lei 6.177.

EDUCAÇÃO MUSICAL
Na próxima semana, no SESC Consolação, será realizado o Seminário Ibero-Americano de Educação Musical e Inclusão Social com representantes do Brasil, Argentina, Espanha, Paraguai, Chile, Uruguai e Colômbia. O evento pretende discutir a criação de uma rede de apoio mútuo e de intercâmbio entre programas socioculturais que tenham a música como eixo de suas ações, iniciativa que tem obtido significativo crescimento em todo o mundo nos últimos anos, e que ganham ainda mais apelo no Brasil com a obrigatoriedade do ensino de música nas escolas a partir do ano que vem. A programação inclui palestras com grandes nomes do setor nesses países, mostras de programas e apresentações musicais. Mais informações com Cristiane Batista, através do e-mail cristiane.batista@conteudonet.com ou pelos telefones 11. 5056.9826 e 11.9664.0754

TOQUINHO EM ITAJAÍ
O mais profícuo parceiro do poetinha Vinicius de Moraes se apresenta hoje, às 21 horas, no Teatro Municipal de Itajaí. Acompanhado da pianista Silvia Góes, do baixista Ivâni Sabino, da baterista Lilian Carmona e da cantora Vanda Breder, Toquinho encerra o Festival de Música de Itajaí. Informações pelo telefone 47.3349.6447.

Um comentário:

Marco Haurélio disse...

É, Assis.
Grande perda a do galã que se tornou um diretor laureado.
Tem haver com o grande Gonzaga e com cordel, também, pois um dos personagens do clássico de Dias Gomes é o ocrdelista circunstancial Dedé Cospe-Rimas.
Bela homenagem!

POSTAGENS MAIS VISTAS