Seguir o blog

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

CARMÉLIA ESTÁ NO RETIRO DOS ARTISTAS

A cantora carioca de Bangu Carmélia Alves, Curvello de sobrenome, está morando desde o começo da segunda parte deste ano no Retiro dos Artistas em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Quem a levou para lá foram a solidão e a falta de dinheiro que tantos problemas rotineiramente trazem a tanta gente por aí a fora.
Aposentadoria?
R$ 700,00/mês.
Muito pouco, não é?
Pois bem, quem me contou sobre a nova moradia da rainha do baião Carmélia foi dona Iolanda, viúva do médico e compositor de grande destaque e importância para a discografia brasileira, Zé Dantas.
Dona Iolanda, que vive em Recife, esteve com Carmélia e disse que a achou bem alinhada e de bem com a vida.
Carmélia sempre foi assim. E vaidosa, e dona de uma belíssima gargalhada que só vendo.
Mas a verdade é que ela sempre soube disfarçar bem as dificuldades pessoais.
Em público, então, jamais reclamou de nada.
Conheci Carmélia há muitos anos.
Eu freqüentei a sua casa em Teresópolis, na serra carioca, e ela freqüentou a minha, cá em Sampa; e brincou muito com meus filhos e tudo.
Nos orgulhamos dela.
Carmélia sempre foi discreta, inteligente, fina em tudo e jamais alimentou quaisquer vícios.
O seu marido Jimmy Lester, com quem viveu por mais de 50 anos, era também artista e uma pessoa muito espontânea.
Também era incrível e de riso fácil.
Ele era tudo para ela.
Os dois viajaram quase o mundo todo e se apresentaram profissionalmente em muitos países, como integrantes das caravanas criadas pelo advogado, deputado e compositor talentosíssimo Humberto Teixeira, letrista do gênero baião musicalmente estilizado por Luiz Gonzaga.
Senti muito quando partiu.
Também fiquei sabendo que Carminha Mascarenhas está junto com Carmélia.
As duas dizem que o ambiente lá é muito bom e que tem de tudo.
Até enfermeiras de prontidão, tem.
Ora, ora.
E até feijoada, uma vez por mês.
Mas também comedida na alimentação, de feijoada Carmélia não gosta.
Viva Carmélia Alves!

Ah! Sim: na foto acima feita em dezembro de 2002, aparecem a rainha do xaxado Marinês e este súdito cercando a rainha do baião Carmélia Alves e a rainha do forró Anastácia. Detalhe: nunca antes as três se encontraram assim, juntas e num programa de rádio transmitido ao vivo chamado São Paulo Capital Nordeste, vocês se lembram?

2 comentários:

Anônimo disse...

Assis, é bom saber que CARMÉLIA está com saúde e rodeada de amigos. É triste saber que uma artista do seu quilate tem uma aposentadoria tão pequena... Tanto talento, tanta contribuição à música nacional e tão pouco reconhecimento. Enquanto isso, picaretas que passaram pelo Congresso em Brasilia nada em rios de dinheiro. É o que falta ser mudado neste país que se diz em processo de mudanças.

ARIEVALDO VIANA

Anônimo disse...

Marinês, Carmélia, Anastácia,
Três Mulheres, três Rainhas,
Que merecem muitas graças,
Músicas, canções, rancheirinhas.
Três 'nordestinas' de fibra,
Que cantam e o coração vibra,
Da sala a camarinha.
(Kydelmir Dantas - Mossoró/RN).

POSTAGENS MAIS VISTAS