Seguir o blog

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

MOCINHA DE PASSIRA HOJE NO ESTADÃO

O paulistano diário O Estado de S. Paulo publica hoje, na última página do seu Caderno 2, ampla matéria (clique no link abaixo) sobre a poeta improvisadora ao som de viola Mocinha de Passira. A matéria, assinada pelo repórter JB Medeiros, destaca a importância de Mocinha no mundo da cantoria. Ela, aos 65 anos, é a mais respeitada profissional do repentismo brasileiro.
JB lembra que Mocinha iniciou-se na profissão aos 11 anos de idade. A própria artista conta que para se impor no ramo da cantoria enfrentou muitos obstáculos.
A matéria é muito boa. Mocinha de Passira tem percorrido o Brasil de canto a canto, sempre empunhando a viola e encantando as pessoas com seus versos improvisados.
Ela tem vários discos gravados.
O seu nome é muito respeitado, inclusive por grandes personagens da vida brasileira, como o recentemente falecido paraibano Ariano Suassuna.
Em 1997, Mocinha de Passira integrou o corpo de jurados do 1º Campeonato Brasileiro de Poetas Repentistas realizado no Memorial da América Latina, que teve como vencedor o pernambucano Oliveira de Panelas
. Na ocasião, o jornal The Guardian, de Londres, destacou o nome de Mocinha (acima e ao lado; para ler o texto em inglês, clique sobre a imagem) como uma das mais representativas figuras do repentismo brasileiro.
Mocinha de Passira está de passagem pela capital paulista participando de eventos, como o que reuniu diversos artistas populares no último fim de semana na livraria Cortez (abaixo).

Luiz Wilson, Pedro Monteiro, Assis,  Alessandro e Mocinha de Passira


Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS