Seguir o blog

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

FALÊNCIA DO ENSINO PÚBLICO

O estudante Matheus Camacho desde que começou a estudar o fez pela via da escola particular, cujas mensalidades custam os olhos da cara. 
O estudante André Akinaga Benites, também.
E milhares e milhares, talvez alguns milhões de estudantes brasileiros estudem hoje em escola particular, levando boa parte dos pais a se matar de trabalhar para lhes oferecer um futuro melhor do que os outros, ou seja: o daqueles cujos pais são desconhecidos e vivem com a madrasta vida.
O índice de aproveitamento de quem estuda nas escolas privadas é bem maior do que o de quem estuda sob a batuta dos professores da rede oficial de ensino.
Isso está provado, tanto que não se vê com frequência alunos da rede pública exibir troféus de melhor etc.
E por que isso?
Simples: a escola pública está falida.
Os professores ganham merrecas e fingem que ensinam; os alunos, por sua vez, fingem que estudam e tudo fica por isso mesmo, sem falar da violência que é a falta de meios para quem mora longe de tudo e pena para chegar à escola ou a professores que dão aulas até debaixo de árvores no interior do País, como tantas e tantas vezes a TV já mostrou.
O fato, minha gente, é que o Brasil é carente em quase tudo; tanto que está precisando de especialistas nas mais diversas áreas.
Só no campo da Engenharia e da Arquitetura, por exemplo, faltam mais de 800 mil profissionais.
Mas isso não tem sensibilizado os governos que entram e saem do bem-bom palaciano.
Há pouco, para minha tristeza, li notícia dando conta de que até a Dilma andou cortando verbas do Orçamento da União dirigidas às áreas da Educação e da Saúde.
Quanto?
R$ 7,4 bilhões. 
Isso mesmo!
Para a Cultura, anuncia-se para este ano a disponibilização de R$ 3 bilhões.
E eu besta cá quieto no meu canto acreditando que Cultura e Educação são prioridades na vida, essenciais na formação do ser humano...

JOÃO PESSOA
O meu amigo soteropolitano Rildo Santana andou de férias por João Pessoa, cidade onde dei meus primeiros suspiros e de onde carrego o vírus da crença da paz por um país melhor. Disse ele que se encantou com a vida pessoense, com as pessoas. Disse que viu uma cidade limpa habitada por cidadãos educados e solícitos. Senti-me orgulhoso. Viva a capital paraibana!

JÔ OLIVEIRA
Do amigo Jô Oliveira, um dos melhores ilustradores do Brasil em todos os tempos, manda e-mail informando que o selo para os Correios Lendas do Folclore Brasileiro, de sua autoria, acaba de ser escolhido por um júri composto por artistas, filatelistas, representantes de instituições filatélicas e dos Correios como o Melhor Selo de 2011 (acima), na categoria Arte Filatélica e irá representar os Correios do Brasil em concursos internacionais de selos.

VIOLÊNCIA
Muitas crianças do bairro paulistano de Santo Amaro, na zona sul da cidade, ainda estão sem os presentes de fim de ano. Motivo: a violência. Na região os carteiros estão sendo assaltados, sem que as autoridades nada façam em prol dos cidadãos. Está mais do que na hora de um basta geral para pôr fim aos descalabros. 

DE PAI PRA FILHO
E hoje tem história de Gonzaga na Globo. É minissérie em quatro capítulos editada com muita coisa que sobrou do filmão. No ar depois da novela lchata de Glória Pires, Salve Jorge.

2 comentários:

cortez disse...

Vendo o vídeo do Arrelia, la pelas tantas diz ele: O MAIOR POVO DO MUNDO É A CRIANÇA...
Pena que depois de crescidas e conscientes, algumas delas tome rumos tão diversos, por vezes perversos.
Há muitos motivos para sermos uma sociedade mais justa.
Vamos continuar trabalhando e acreditando.
Abraços. Cortez

assis angelo disse...

sim, meu velho e bom cortez. desistir nunca, não é mesmo?
nós vamos e outros vêem.
abs,

POSTAGENS MAIS VISTAS