Seguir o blog

quarta-feira, 30 de julho de 2014

HOMENAGENS A ARIANO SUASSUNA

Filho de Cássia e João, marido de Zélia e pai de Maria, Manoel, Isabel, Mariana, Ana e Joaquim que optou despedir-se da vida quando quis, há quatro anos, o poeta e romancista paraibano Ariano Suassuna, vítima de complicações provocadas por um ataque no coração há oito dias, continua sendo lembrado por artistas da cultura Popular, como Miguel dos Santos e Flávio Tavares http://g1.globo.com/pb/paraiba/jpb-1edicao/videos/t/edicoes/v/artistas-prestam-sua-ultima-homenagem-a-ariano-suassuna/3519272/; e cordelistas de várias partes do País, a exemplo de Klévisson Viana, Bule-Bule e Chico Salles.
Agora mesmo acaba de ser produzido um belo filme de animação intitulado A Peleja do Sonho com a Injustiça, oteirizado  e dirigido por Filipe Gontijo para a Fundação João Mangabeira, de Recife, sobre a trajetória e obra do escritor.
A narração é do compositor e cantor Lirinha, do extinto Cordel do Fogo Encantado, e a base musical o Martelo do Marco do Meio-dia, de autoria do homenageado e um de seus pupilos, o brincante Antônio Nóbrega.
Clique:
Os folhetos de cordel tiveram grande influência em toda a obra de Ariano, desde o seu primeiro texto publicado (para teatro), Uma Mulher Vestida de Sol, em 1947.
O seu último livro, O Jumento Sedutor, que durou 30 anos para ser escrito, deverá chegar às livrarias ainda este ano.
A escola de samba Unidos de Padre Miguel vai homenagear o Nordeste e Ariano Suassuna com um enredo especial no carnaval do ano que vem. Clique:

E para lembrar Ariano no Programa do Jô, clique:

Nenhum comentário:

POSTAGENS MAIS VISTAS